Sugestão
Subscribe to the Subscribe
And/or subscribe to the Daily Meditation Newsletter (Many languages)

Meditação Diária com Krishnamurti


pixabay.com

Relacionamento


O relacionamento baseado na necessidade mútua só pode trazer conflito. Independentemente do quanto possamos ser interdependentes, nós estamos a usar-nos uns aos outros com um propósito, com um fim. Quando há um fim em vista, não há relacionamento. Vocês podem usar-me e eu posso usar-vos. Neste uso perdemos o contacto. Uma sociedade hasteada no uso mútuo constitui os alicerces da violência. Quando utilizamos outra pessoa, temos apenas a imagem do fim que temos em vista. O fim, o ganho, impede o relacionamento, a comunhão. Na utilização de outra pessoa, por mais gratificante e reconfortante que seja, está sempre presente o medo. Para evitarmos este medo, temos de possuir. A partir desta posse surgem a inveja, a desconfiança e o conflito constantes. Um tal relacionamento nunca poderá ser uma fonte de felicidade. Uma sociedade cuja estrutura se baseia na mera necessidade, fisiológica ou psicológica, tem forçosamente de alimentar o conflito, a confusão e a miséria. A sociedade é a projecção de vós mesmos no vosso relacionamento com o outro, no qual predominam a necessidade e a utilização. Quando fazem uso de outra pessoa para responderem ás nossas necessidades, físicas ou psicológicas, não estão, de fato, em relação com essa pessoa; não têm verdadeiramente qualquer contacto com ela, nenhuma comunhão com ela. Como é possível estarem em comunhão com o outro quando ele está a ser utilizado como uma peça de mobiliário, para vossa conveniência e conforto? Portanto, é essencial compreender a importância do relacionamento na vida diária.

© 2016 Copyright by Krishnamurti Foundations


                         Diaspora      rss 

Exceto quando houver diferente indicação, o conteúdo deste site está licenciado sob a 'Creative Commons Attribution 4.0 International License'
Web Statistics