Sugestão
Subscribe to the Subscribe
And/or subscribe to the Daily Meditation Newsletter (Many languages)

Meditação Diária com Krishnamurti


pixabay.com

Para Além de Toda a Experiência


A compreensão do «eu» requer uma grande dose de inteligência, uma grande dose de observação, de atenção, observando ininterruptamente, de modo a que ela não desapareça. Eu, que sou muito sério, quero dissolver o «eu». Quando digo isso, sei que é possível dissolver o «eu». Por favor, tenham paciência. No momento em que digo: «Quero dissolver isto», e no processo que sigo para que essa dissolução aconteça, há o experimentar do «eu»; e assim o «eu» é reforçado. Portanto, de que forma é possível ao «eu» não experimentar? Podemos observar que a criação não é de todo a experiência do «eu». A criação acontece quando o «eu» está ausente, porque a criação não é intelectual, não provém da mente, não é uma projecção do «eu», é algo que está para além de toda a experiência, tal como a conhecemos. Será possível para a mente ficar quieta, num estado em que não está a reconhecer, o que significa não estar a experimentar, estar num estado no qual a criação pode acontecer — ou seja, quando o «eu» não está lá, quando o «eu» está ausente? Estou a ser claro ou não?... O problema é este, não é verdade?... Qualquer movimento da mente, positivo ou negativo, constitui uma experiência que na realidade fortalece o «eu». Será possível para a mente não reconhecer'? Isso só pode acontecer quando há um silêncio total, mas não o silêncio que é uma experiência do «eu» e que, como tal, reforça o «eu».

© 2016 Copyright by Krishnamurti Foundations


                         Diaspora      rss 

Exceto quando houver diferente indicação, o conteúdo deste site está licenciado sob a 'Creative Commons Attribution 4.0 International License'
Web Statistics