Sugestão
Subscribe to the Subscribe
And/or subscribe to the Daily Meditation Newsletter (Many languages)

Meditação Diária com Krishnamurti


pixabay.com

Observação directa


Por que criam as ideias raízes na nossa mente? Por que não se tornam os fatos o mais importante — e não as ideias? Por que é que as teorias, as ideias, se tornam tão importantes em vez dos fatos? Será que não conseguimos compreender o fato, ou que não temos a capacidade, ou que tememos encarar o fato? Portanto, as ideias, as especulações, as teorias são um meio de fugir do fato.

Podem fugir, podem fazer todo o tipo de coisas; os fatos permanecem lá — o fato de estarmos zangados, o fato de sermos ambiciosos, o fato de sermos seres sexuais, milhentas coisas. Podem reprimi-los, podem transmutá-los, o que é uma outra forma de repressão; podem controlá-los, mas eles estarão todos a ser reprimidos, controlados e disciplinados por meio de ideias... Não é verdade que as ideias nos fazem perder a nossa energia? Não é verdade que as ideias embotam a mente? Podemos ser inteligentes quando especulamos, quando citamos alguém; mas, como é óbvio, é uma mente embotada que cita, que leu muito, e cita.

... Acabarão com o conflito dos opostos de uma só vez se forem capazes de viver com o fato e com isso libertarem a energia necessária para encararem o fato. Para a maior parte de nós, a contradição é um campo extraordinário no qual a mente se encontra aprisionada. Quero fazer determinada coisa, e acabo por fazer algo completamente diferente; mas se eu encarar o fato de querer fazer determinada coisa, deixa de haver contradição; e assim, de uma só vez, abulo por completo todo o significado da oposição, e então a minha mente fica inteiramente atenta ao que é, e com a compreensão do que é.

© 2016 Copyright by Krishnamurti Foundations


                         Diaspora      rss 

Exceto quando houver diferente indicação, o conteúdo deste site está licenciado sob a 'Creative Commons Attribution 4.0 International License'
Web Statistics