Sugestão
Subscribe to the Subscribe
And/or subscribe to the Daily Meditation Newsletter (Many languages)

Meditação Diária com Krishnamurti


pixabay.com

O que entendem por Amor?


O amor é o incognoscível. Só pode ser apercebido quando o conhecido é compreendido e transcendido. Só quando a mente está livre do conhecido, só então haverá amor. Portanto, devemos começar por abordar a questão do amor pela negativa e não pela positiva.

O que é o amor para a maioria de nós? No nosso caso, quando amamos, existe posse, domínio ou subserviência. Deste sentimento de posse nascem o ciúme e o medo da perda, e nós legalizamos este instinto possessivo. Com a posse, surgem o ciúme e os inúmeros conflitos com os quais cada um de nós está familiarizado. Portanto, a posse não é amor. Nem o amor é sentimental. Ser sentimental, ser emocional exclui o amor. O sentimentalismo e as emoções são meras sensações.

... Só o amor pode transformar a insanidade, a confusão e a luta. Nenhum sistema, nenhuma teoria de esquerda ou de direita pode trazer a paz e a felicidade à humanidade. Onde há amor, não há sentimento de posse, não há inveja; há misericórdia e compaixão, não em teoria mas efectivamente — pela vossa mulher e pelos vossos filhos, pelo vosso vizinho e pelo vosso empregado... Só o amor pode fazer nascer a misericórdia e a beleza, a ordem e a paz. Existe amor e todas as suas bênçãos quando «vocês» deixam de existir.

© 2016 Copyright by Krishnamurti Foundations


                         Diaspora      rss 

Exceto quando houver diferente indicação, o conteúdo deste site está licenciado sob a 'Creative Commons Attribution 4.0 International License'
Web Statistics