Sugestão
Subscribe to the Subscribe
And/or subscribe to the Daily Meditation Newsletter (Many languages)

Meditação Diária com Krishnamurti


pixabay.com

O Idealista Não Pode Conhecer o Amor


Aqueles que tentam ser celibatários de modo a alcançarem Deus são impuros, porque buscam um resultado ou um ganho, substituindo assim o fim, o resultado pelo sexo — o que é medo. Os seus corações não têm amor, e neles não pode haver pureza, e só um coração puro pode encontrar a realidade. Um coração disciplinado, um coração suprimido, não pode saber o que é o amor. Ele não pode conhecer o amor se estiver aprisionado ao hábito, pela sensação — religiosa ou física, psicológica ou sensorial. O idealista é um imitador e como tal não pode conhecer o amor. Ele não pode ser generoso, entregar-se completamente sem pensar em si mesmo. Só quando a mente e o coração se encontram libertos do fardo do medo, da rotina dos hábitos sensoriais, quando existe generosidade e compaixão, é que pode haver amor. Um tal amor é casto.

© 2016 Copyright by Krishnamurti Foundations


                         Diaspora      rss 

Exceto quando houver diferente indicação, o conteúdo deste site está licenciado sob a 'Creative Commons Attribution 4.0 International License'
Web Statistics