Sugestão
Subscribe to the Subscribe
And/or subscribe to the Daily Meditation Newsletter (Many languages)

Meditação Diária com Krishnamurti


pixabay.com

O Apego é Auto-Ilusão


Somos as coisas que possuímos, somos aquilo a que estamos apegados. O apego não tem qualquer nobreza. O apego ao conhecimento não é em nada diferente de qualquer outra dependência gratificante. O apego é estar absorto sobre si mesmo, quer seja ao nível mais baixo ou mais elevado. O apego é auto-ilusão, é uma fuga ao vazio do «eu». As coisas às quais estamos apegados — bens, pessoas, ideias — tornam-se o mais importante, pois sem as muitas coisas que preenchem o seu vazio, o «eu» não tem existência, É o medo de não existir que dá origem à posse; e o medo alimenta a ilusão, a sujeição às conclusões. As conclusões, materiais ou ideológicas, impedem a fruição da inteligência, da liberdade na qual, e única e exclusivamente nela, a realidade pode passar a existir; e sem esta liberdade, a astúcia é tomada por inteligência. Os caminhos da astúcia são sempre complexos e destrutivos, é esta astúcia autoprotectora que origina o apego; e quando o apego causa dor, é esta mesma astúcia que busca o desapego e encontra prazer no orgulho e na vaidade da renúncia. A compreensão dos caminhos da astúcia, dos caminhos do «eu», é o princípio da inteligência.

© 2016 Copyright by Krishnamurti Foundations


                         Diaspora      rss 

Exceto quando houver diferente indicação, o conteúdo deste site está licenciado sob a 'Creative Commons Attribution 4.0 International License'
Web Statistics