Sugestão
Subscribe to the Subscribe
And/or subscribe to the Daily Meditation Newsletter (Many languages)

Meditação Diária com Krishnamurti


pixabay.com

Manter Viva a Insatisfação


Não será a insatisfação essencial à nossa vida, a qualquer questão, a qualquer investigação, a qualquer tentativa de aprofundar, à descoberta do que é o real, do que é a verdade, do que é essencial na vida? Posso ter esta grande insatisfação enquanto estou na escola; mas então arranjo um emprego e essa insatisfação desaparece. Fico satisfeito, luto por manter a minha família, tenho de ganhar o meu sustento e assim a minha insatisfação fica apaziguada, é destruída, e eu torno-me uma entidade medíocre satisfeita com as coisas da vida, e não me sinto insatisfeito. Mas a chama tem de ser mantida do princípio ao fim, para que possa haver uma verdadeira investigação, um verdadeiro aprofundar do problema do que é a insatisfação. Como a mente procura muito facilmente uma droga que a deixe satisfeita com as virtudes, com as qualidades, com as ideias, com as acções, ela estabelece uma rotina e fica presa nela. Estamos bastante familiarizados com isso, mas o nosso problema não é como apaziguar a insatisfação, mas como mantê-la acesa, viva, vital. Todos os nossos livros religiosos, todos os nossos gurus, todos os sistemas políticos apaziguam a mente, influenciam a mente no sentido de ela ceder, de colocar de lado a insatisfação e nadar em alguma forma de satisfação... Não será essencial estar-se insatisfeito para se poder descobrir o que é verdadeiro?

© 2016 Copyright by Krishnamurti Foundations


                         Diaspora      rss 

Exceto quando houver diferente indicação, o conteúdo deste site está licenciado sob a 'Creative Commons Attribution 4.0 International License'
Web Statistics