Sugestão
Subscribe to the Subscribe
And/or subscribe to the Daily Meditation Newsletter (Many languages)

Meditação Diária com Krishnamurti


pixabay.com

Fugir da Tristeza


A maioria de nós tem diferentes formas de tristeza — no relacionamento, na morte de alguém, pelo fato de não nos conseguirmos preencher a nós mesmos e acabarmos por definhar, ou pelo fato de tentarmos ser alguém e falharmos redondamente. E há todo o problema da tristeza a nível físico — a doença, a cegueira, a incapacidade, a paralisia e assim por diante. Em todo o lado existe esta coisa extraordinária chamada tristeza — com a morte à espera ao virar da esquina. E nós não sabemos como encarar a tristeza, portanto ou a veneramos, ou a racionalizamos ou tentamos fugir-lhe. Se forem a qualquer igreja cristã, descobrirão que a tristeza é venerada; é transformada em algo de extraordinário, sagrado, e é dito que só através da tristeza, do Cristo crucificado, podemos encontrar Deus. No Oriente, eles têm as suas formas de evasão, outras formas de evitar a tristeza, e parece-me uma coisa extraordinária que tão poucos, quer no Oriente quer no Ocidente, estejam realmente libertos da tristeza.

Seria maravilhoso se durante o vosso processo de ouvir — não de uma forma emocional ou sentimental — o que está a ser dito... vocês pudessem realmente compreender a tristeza e libertarem-se completamente dela; porque então deixaria de haver autodecepção, ilusões, ansiedades, medo, e o cérebro poderia funcionar com clareza, com precisão, com lógica. E então, talvez, pudessem saber o que é o amor.

© 2016 Copyright by Krishnamurti Foundations


                         Diaspora      rss 

Exceto quando houver diferente indicação, o conteúdo deste site está licenciado sob a 'Creative Commons Attribution 4.0 International License'
Web Statistics