Sugestão
Subscribe to the Subscribe
And/or subscribe to the Daily Meditation Newsletter (Many languages)

Meditação Diária com Krishnamurti


pixabay.com

Felicidade Não Pode Ser Procurada


O que entendem por felicidade? Alguns dirão que a felicidade consiste em obtermos o que queremos. Queremos um carro e conseguimos tê-lo, e ficamos felizes. Quero um sari ou roupas; quero ir para a Europa e, se conseguir isso, ficarei feliz. Quero ser o maior político e, se conseguir sê-lo, fico feliz; caso contrário, fico infeliz. Assim, aquilo a que vocês chamam felicidade é terem o que querem, a realização ou o sucesso, tornarem-se nobres, conseguirem obter tudo aquilo que desejam. Enquanto desejarem coisas que consigam obter, sentem-se perfeitamente felizes; não se sentem frustrados, mas se não conseguirem alcançar o que desejam, então vem a infelicidade. Todos nós nos preocupamos com isto, não apenas os ricos e os pobres. Os ricos e os pobres, todos eles querem alcançar algo para si mesmos, para a sua família, para a sociedade; e se forem impedidos de o fazer, tornar-se-ão infelizes. Não estamos a defender nenhuma posição, não estamos a dizer que os pobres não devem ter o que querem. Não é esse o problema. Estamos a tentar descobrir o que é a felicidade e se a felicidade é algo de que tenhamos consciência. O momento em que vocês tomam consciência de que estão felizes, de que têm muito, será isso a felicidade? A partir do momento em que vocês tomam consciência de que estão felizes, deixam de sentir a felicidade, não é verdade? Portanto não se pode procurar a felicidade. A partir do momento em que vocês têm consciência de que são humildes, deixam de o ser. Assim, a felicidade não é algo que deva ser procurado; ela surge. Mas se a procurarem, ela fugirá de vós.

© 2016 Copyright by Krishnamurti Foundations


                         Diaspora      rss 

Exceto quando houver diferente indicação, o conteúdo deste site está licenciado sob a 'Creative Commons Attribution 4.0 International License'
Web Statistics