Sugestão
Subscribe to the Subscribe
And/or subscribe to the Daily Meditation Newsletter (Many languages)

Meditação Diária com Krishnamurti


pixabay.com

Existe uma Tal Coisa a que Se Possa Chamar Alma?


Então, para se compreender esta questão da morte, temos de estar libertos do medo, o qual inventa as diversas teorias acerca da vida depois da morte, ou acerca da imortalidade e da reencarnação. Assim, nós dizemos, os orientais dizem, que existe a reencarnação, um renascimento, uma renovação constante — a alma, a assim chamada alma. Por favor, ouçam agora com muita atenção.

Existe uma tal coisa? Nós gostamos de pensar que existe uma tal coisa, porque isso nos dá prazer, porque isso é algo que nós colocámos para além do pensamento, para além das palavras, para alem; é algo eterno, espiritual, que nunca morre, e assim o pensamento agarra-se a esse algo. Mas será que existe uma coisa a que se possa chamar alma, que é algo que está para além do tempo, para além do pensamento, algo que não é inventado pelo homem, algo que está para além da natureza do homem, algo que não é construído pela mente astuciosa? Porque a mente vê uma tão grande incerteza, confusão, que nada é permanente na vida — nada. O vosso relacionamento com a vossa mulher, o vosso marido, o vosso emprego — nada é permanente. E então a mente inventa algo que é permanente, a que ela chama alma. Mas uma vez que a mente consegue pensar acerca disto, o pensamento consegue pensar acerca disto; se o pensamento consegue pensar acerca disto, então isto ainda se insere no campo do tempo — naturalmente. Se eu sou capaz de pensar sobre algo, esse algo faz parte do pensamento. E o meu pensamento é o resultado do tempo, da experiência, do conhecimento. Portanto, a alma ainda se encontra dentro do campo do pensamento...

Assim, a ideia de uma continuidade de uma alma que renascerá muitas e muitas vezes não tem qualquer significado porque se trata da invenção de uma mente que está assustada, de uma mente que deseja, que procura a duração através da permanência, que quer certezas, porque nisso ela encontra esperança.

© 2016 Copyright by Krishnamurti Foundations


                         Diaspora      rss 

Exceto quando houver diferente indicação, o conteúdo deste site está licenciado sob a 'Creative Commons Attribution 4.0 International License'
Web Statistics