Sugestão
Subscribe to the Subscribe
And/or subscribe to the Daily Meditation Newsletter (Many languages)

Meditação Diária com Krishnamurti


pixabay.com

Evolução Humana


Será necessário conhecermos a embriagues para que possamos conhecer a sobriedade? Será necessário que vocês conheçam o ódio para que possam saber o que significa ser-se compassivo? Será que precisam de passar por guerras, pela vossa destruição e a dos outros, para saberem o que é a paz? Esta é certamente uma forma de pensar completamente errada, não é assim? Primeiro acreditam que existe evolução, crescimento, um movimento que vai do mau para o bom, e depois deixam que a vossa forma de pensar adopte este padrão. É óbvio que existe um crescimento físico, a pequena planta que se transforma numa grande árvore; há progresso tecnológico, a roda que evoluiu ao longo de séculos e que chegou ao avião a jacto. Mas será que há um progresso psicológico, uma evolução? É isso que estamos a discutir — se haverá um crescimento, uma evolução do «eu», que começa com o mal e termina com o bem. Poderá o «eu», que é o centro do mal, através de um processo de evolução, através do tempo, vir alguma vez a tornar-se nobre, bom? É óbvio que não. Aquilo que é mau, o «eu» psicológico, permanecerá sempre mau. Mas nós não o queremos encarar. Pensamos que através do processo do tempo, através do crescimento e da mudança, o «eu» tornar-se-á enfim realidade. É esta a nossa esperança, o nosso anseio — que o «eu» se irá aperfeiçoar com o tempo. O que é este «eu»? É um nome, uma forma, um feixe de memórias, esperanças, frustrações, desejos, dores, tristezas, alegrias passageiras. Nós queremos que este «eu» continue e se torne perfeito, e portanto dizemos que para além do «eu» existe um «super-eu», um eu mais elevado, uma entidade espiritual que é intemporal, mas uma vez que podemos pensar nela, essa entidade «espiritual» pertence ainda ao campo do tempo, não é? Se podemos pensar nela, isso significa que ela se encontra, como é óbvio, dentro do campo da nossa razão.

© 2016 Copyright by Krishnamurti Foundations


                         Diaspora      rss 

Exceto quando houver diferente indicação, o conteúdo deste site está licenciado sob a 'Creative Commons Attribution 4.0 International License'
Web Statistics