Sugestão
Subscribe to the Subscribe
And/or subscribe to the Daily Meditation Newsletter (Many languages)

Meditação Diária com Krishnamurti


pixabay.com

Estar Só Não É Estar Solitário


Apesar de sermos todos seres humanos, construímos muros entre nós e os nossos vizinhos através do nacionalismo, da raça, das castas e das classes — o que, por sua vez, alimenta o isolamento, a solidão.

Agora, uma mente que está enredada na solidão, neste estado de isolamento, nunca poderá compreender o que é a religião. Ela pode acreditar, pode ter certas teorias, conceitos, fórmulas, pode tentar identificar-se com aquilo a que chama Deus; mas a religião, parece-me, não tem o que quer que seja que ver com qualquer crença, com qualquer sacerdote, com qualquer igreja ou qualquer assim chamado livro sagrado. O estado da mente religiosa só pode ser compreendido quando começamos a compreender o que é a beleza; e devemos aproximar-nos da compreensão da beleza através de um total estar só. Apenas quando a mente está completamente só, pode saber o que é a beleza, e não em nenhum outro estado.

É óbvio que estar só não é estar isolado, e não é singularidade. Ser único é apenas ser de alguma forma excepcional, ao passo que estar completamente só exige uma sensibilidade extraordinária; inteligência, compreensão. Estar completamente só implica que a mente esteja liberta de qualquer tipo de influência e, por conseguinte, que não esteja contaminada pela sociedade; e ela deve estar só para compreender o que é a religião — o que significa descobrirmos por nós mesmos se existe algo imortal, para além do tempo.

© 2016 Copyright by Krishnamurti Foundations


                         Diaspora      rss 

Exceto quando houver diferente indicação, o conteúdo deste site está licenciado sob a 'Creative Commons Attribution 4.0 International License'
Web Statistics