Sugestão
Subscribe to the Subscribe
And/or subscribe to the Daily Meditation Newsletter (Many languages)

Meditação Diária com Krishnamurti


pixabay.com

Atenção Passiva


Na atenção não há nenhum vir a ser, não há nenhuma finalidade a ser alcançada. Há uma observação silenciosa sem escolha e sem condenação, a partir da qual vem a compreensão. Neste processo, quando o pensamento e o sentimento se revelam a si mesmos, o que só pode acontecer quando não há aquisição nem aceitação, então surge uma atenção abrangente, todas as camadas escondidas e o seu significado são reveladas. Esta atenção revela esse vazio criativo que não pode ser imaginado ou formulado. Esta atenção abrangente e o vazio criativo são um único processo e não representam estados diferentes. Quando vocês observam um problema em silêncio, sem condenação nem justificação, surge a atenção passiva. Nesta atenção passiva, o problema é compreendido e resolvido. Na atenção há uma sensibilidade muito elevada, na qual reside a mais elevada forma de pensar negativo. Quando a mente está a formular, a produzir, não pode haver qualquer criação. É somente quando a mente está tranquila e vazia, quando não está a criar um problema, quando se encontra nesse estado de atenção passiva, que existe criação. A criação só pode ter lugar na negação, que não é o oposto do positivo. Ser nada não é a antítese de ser alguma coisa. Um problema só ganha existência quando há a procura de um resultado. É só quando cessa essa procura que o problema desaparece.

© 2016 Copyright by Krishnamurti Foundations


                         Diaspora      rss 

Exceto quando houver diferente indicação, o conteúdo deste site está licenciado sob a 'Creative Commons Attribution 4.0 International License'
Web Statistics