Sugestão
Subscribe to the Subscribe
And/or subscribe to the Daily Meditation Newsletter (Many languages)

Meditação Diária com Krishnamurti


pixabay.com

A Totalidade do Sentir


O que é o sentir? O sentir é como o pensamento. O sentir é uma sensação. Vejo uma flor e reajo a essa flor; gosto dela ou não. O gostar ou não gostar é ditado pelo meu pensamento, e o pensamento é a resposta dada pela memória. Assim, eu digo «gosto desta flor», ou «não gosto desta flor», «gosto deste sentimento», ou «não gosto deste sentimento»... Agora, será que o amor está relacionado com o sentimento? O sentimento é sensação, como é óbvio — a sensação de gostar e de não gostar, de bom e de mau, de bom gosto e de tudo o resto que lhe está relacionado. Estará esse sentimento relacionado com o amor?... Já olharam para a vossa rua, já olharam para a forma como vivem em vossas casas, a forma como se sentam, a forma como falam? E já prestaram atenção a todos os santos que veneram? Para eles, a paixão é sexo, e portanto eles negam a paixão, portanto eles negam a beleza — negam no sentido de os colocarem de parte. Portanto, juntamente com a sensação afastam também o amor, porque dizem: «A sensação vai aprisionar-me, tornar-me-ei num escravo do desejo de sexo; assim sendo, devo arrancar de mim essa sensação.» Portanto, vocês transformaram o sexo num enorme problema... Quando tiverem compreendido completamente o que é o sentir, não parcialmente, quando tiverem realmente compreendido a totalidade do sentir, então saberão o que é o amor. Quando vocês conseguirem ver a beleza de uma árvore, de um sorriso, quando forem capazes de ver o Sol a pôr-se por detrás das muralhas da vossa cidade - ver totalmente — , então saberão o que é o amor.

© 2016 Copyright by Krishnamurti Foundations


                         Diaspora      rss 

Exceto quando houver diferente indicação, o conteúdo deste site está licenciado sob a 'Creative Commons Attribution 4.0 International License'
Web Statistics