Sugestão
Subscribe to the Subscribe
And/or subscribe to the Daily Meditation Newsletter (Many languages)

Meditação Diária com Krishnamurti


pixabay.com

A Mente Ancorada


Nós continuamos, como máquinas, com a nossa cansativa rotina diária. Quão avidamente a mente aceita um padrão de existência, e com que tenacidade se agarra a ele! A mente é mantida coesa por meio da ideia, e é em torno da ideia que ela vive e tem a sua existência. A mente nunca é livre, flexível, pois ela está sempre ancorada; move-se dentro da área, estreita ou larga, do seu próprio centro. Ela não se atreve a vaguear para fora do seu centro, e se o faz, fica cheia de medo. Não é o medo do desconhecido, mas da perda do conhecido. O desconhecido não provoca medo, o que provoca medo é a dependência em relação ao conhecido. O medo está sempre associado ao desejo, o desejo de mais ou de menos. A mente, com o seu incessante entretecer de padrões, é a construtora do tempo; e com o tempo vêm o medo, a esperança e a morte.

© 2016 Copyright by Krishnamurti Foundations


                         Diaspora      rss 

Exceto quando houver diferente indicação, o conteúdo deste site está licenciado sob a 'Creative Commons Attribution 4.0 International License'
Web Statistics