Sugestão
Subscribe to the Subscribe
And/or subscribe to the Daily Meditation Newsletter (Many languages)

Meditação Diária com Krishnamurti


pixabay.com

A Fuga Alimenta o Conflito


Por que somos ambiciosos? Por que desejamos ter sucesso, ser alguém? Por que lutamos por ser superiores? Por quê todo este esforço para nos afirmarmos, quer seja de forma directa quer através de uma ideologia ou do estado? Não será esta afirmação de si mesmo a principal causa do nosso conflito e da nossa confusão? Será que pereceríamos se não tivéssemos ambição? Não poderemos sobreviver fisicamente se não formos ambiciosos?

Por que somos nós hábeis e ambiciosos? Não será a ambição uma urgência em evitar o que é? Não será esta habilidade verdadeiramente estúpida, que é o que nós somos? Por que tememos tanto o que é? Qual é a vantagem de fugirmos se o que quer que nós formos está sempre lá? Podemos ser bem-sucedidos na nossa fuga, mas aquilo que nós somos continua lá, a alimentar o conflito e o sofrimento. Por que temos tanto medo da nossa solidão, do nosso vazio? Qualquer actividade que esteja afastada do que é está condenada a trazer-nos tristeza e antagonismo. O conflito é a negação do que é ou a fuga ao que é; não existe outro conflito senão este. O nosso conflito torna-se cada vez mais complexo e insolúvel, porque nós não encaramos o que é. Não há nenhuma complexidade no que é, mas apenas nas muitas formas de lhe escaparmos que nós procuramos.

© 2016 Copyright by Krishnamurti Foundations


                         Diaspora      rss 

Exceto quando houver diferente indicação, o conteúdo deste site está licenciado sob a 'Creative Commons Attribution 4.0 International License'
Web Statistics