Sugestão
Subscribe to the Subscribe
And/or subscribe to the Daily Meditation Newsletter (Many languages)

Meditação Diária com Krishnamurti


pixabay.com

A Dualidade Gera Conflito


Qualquer tipo de conflito — físico, psicológico, intelectual — é uma perda de energia. Por favor, é extremamente difícil compreendermos e libertarmo-nos disto, porque a maioria de nós é educada no sentido da luta, do esforço. Quando estamos na escola, é esta a primeira coisa que nos ensinam — a esforçarmo-nos. E essa luta, esse esforço é carregado pela vida fora — ou seja, para se ser bom é preciso lutar, combater o mal, resistir, controlar. Portanto, em termos educacionais, sociológicos, religiosos, os seres humanos são ensinados a lutar. Ensinam-nos que para encontrarmos Deus temos de trabalhar, ser disciplinados, praticar, torturar a nossa alma, a nossa mente, o nosso corpo, negar, suprimir; que não devemos olhar; que devemos lutar, lutar, lutar no assim chamado nível espiritual — que não é de todo o nível espiritual. Então, em termos sociais, está cada um por si, pela sua família.

... Portanto, em todo o lado, estamos a desperdiçar energia. E esse desperdício de energia é, na sua essência, conflito: o conflito entre «devo» e «não devo», «tenho de» e «não tenho de». Uma vez criada a dualidade, torna-se inevitável o conflito. Assim, temos de compreender todo este processo da dualidade — não que não exista o homem e a mulher, o verde e o vermelho, a luz e a escuridão, o alto e o baixo; tudo isso são fatos. Mas no esforço que envolve esta divisão entre fato e ideia, ocorre o desperdício de energia.

© 2016 Copyright by Krishnamurti Foundations


                         Diaspora      rss 

Exceto quando houver diferente indicação, o conteúdo deste site está licenciado sob a 'Creative Commons Attribution 4.0 International License'
Web Statistics